CHÁ_2

Chás

Na Pharmaderma, você encontrará mais de 100 tipos de chás.

EFEITOS DO BEM

Quente ou fria, a bebida pode trazer mais do que um momento de prazer. Há os chás que estimulam o apetite, ajudam a acalmar e melhoram a função gastrointestinal. Confira a função de cada um.

Os chás não podem ser usados de forma aleatória, sem indicação de um profissional, pois podem causar danos à saúde

  • Estímulo do apetite: alecrim, agrião, camomila, melissa, dente-de-leão, sálvia, manjerona, alfavaca.
  • Calmantes ou sedativos: capim-cidreira, maracujá, valeriana, hortelã, folha de laranja, melissa, alface e angélica.
  • Melhora nos problemas estomacais e intestinais:erva-doce, hortelã, camomila, poejo, angélica, sálvia e funcho.
  • Digestivos: hortelã, camomila, boldo, quássia, raiz de genciana, sálvia, carqueja, anis estrelado.
  • Cicatrizantes: eucalipto, cavalinha, maracujá, couve, babosa, bálsamo-do-peru, cardo santo.
  • Anti-inflamatórios: agrião, limão, hortelã, alecrim, cavalinha, dente-de-leão, urtiga, folha de abacate.
  • Antissépticos: arnica, bardana, limão e malva branca.
  • Antidiarreicos: casca ou polpa de maçã, broto ou polpa de goiaba e casca de romã.
  • Estímulo do intestino: semente de linhaça, ameixa preta, cáscara sagrada, zimbro, hortelã, erva-doce e capim-cidreira.
  • Combate aos radicais livres: chá-mate.

Mesmo com tantos efeitos funcionais, os chás não são medicamentos e não devem substituí-los. Também é muito perigoso comprar folhas em mercados populares, indicadas por leigos como tratamento de doenças. “Os chás não podem ser usados de forma aleatória, sem indicação de um profissional, pois podem causar danos à saúde. O fato de ser natural não elimina os efeitos colaterais. É preciso conhecer a planta e sua eficácia para então ter certeza de sua ação no organismo”, alerta a nutricionista Fabiana Trovão, nutricionista clínica, especializada em nutrição funcional do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE).

Modo de preparo

Nada mais simples do que preparar um chá; basta ferver a água e depois colocar as folhas em infusão. O ideal é a bebida ser tomada entre as refeições – quente ou fria – e seu preparo ser feito na hora. “Quando deixado em garrafa térmica, o chá pode perder até metade das propriedades funcionais”, aconselha a nutricionista.

Apesar de em muitos países, como a Inglaterra, o chá ser misturado ao leite, a nutricionista informa que esse modo de preparo prejudica a absorção das catequinas, encontradas principalmente no chá verde e responsáveis pela ação antioxidante.

Fonte: http://www.einstein.br/